Juventude e violência, sonhos e direitos na periferia de fortaleza. Academic Article uri icon

abstract

  • Os jovens que residem no bairro Jangurussu, periferia de Fortaleza, convivem com altos índices de violência e precariedades sociais. Uma parcela desses jovens participa de redes de movimentos sociais e de ONGs, que congregam esforços para construir perspectivas. A pesquisa busca conhecer como se relacionam a sociedade civil e o Estado, tomando para análise as políticas públicas, como a escola, além de outras ações, como a atuação de ONGs e movimentos sociais. Tal preocupação propõe o exame de indagações, tais como: Como vivem os jovens dessa comunidade, o que sonham, quais perspectivas projetam para suas vidas? Como a escola acolhe esse jovem? Quais ações incorporam a energia e criatividade juvenis? Há propostas que possibilitem aos jovens vislumbrar direitos e alternativas a um roteiro que já lhes parece traçado? Após a realização de um levantamento de dados que trace um perfil socioeconômico da juventude local, a abordagem qualitativa é a metodologia adequada ao alcance desse propósito, pois recorrerá a rodas de conversa, grupos focais, observação e oficinas, técnicas de pesquisa que contribuem para a aproximação entre os pesquisadores e os sujeitos da investigação.

publication date

  • 2011